Novidade para quem é adepto ao mundo das criptomoedas! Agora, a Tesla permite que os clientes comprem itens selecionados de mercadorias usando Dogecoin, segundo o próprio CEO da empresa, Elon Musk. De acordo com o Business Insider, a moeda digital subiu cerca 14% após a notícia chegando a US$ 0,20.

Em dezembro do ano passado, Musk já havia contado dessa iniciativa no Twitter, ao afirmar que a empresa veria a aceitação com a opção de pagamento por criptomoeda. Só que ainda não está claro se ou quando a Tesla pode aceitar essa forma pagamento em Dogecoin para os seus veículos.

publicidade

O suporte para compras de Dogecoin acontece alguns meses depois que a Tesla começou a aceitar Bitcoin para compras de carros, em que também citou preocupações sobre o uso de combustíveis fósseis para mineração da moeda. “A criptomoeda é uma boa ideia em muitos níveis e acreditamos que tem um futuro promissor, mas isso não pode ter um grande custo para o meio ambiente”, opinou Elon Musk em comunicado.

Leia mais:

Além disso, atualmente, a Dogecoin não consome a mesma quantidade de energia por transação que o Bitcoin, segundo a pesquisa da TRG Datacenters. Por outro lado, a Dogecoin ainda é uma criptomoeda com uso intensivo de energia e isso se deve em grande parte porque – neste momento – é um ativo menos valioso que o Bitcoin.

“Muitas pessoas com quem conversei nas linhas de produção da Tesla ou construindo foguetes na própria SpaceX têm Doge. Eles não são especialistas financeiros ou tecnólogos do Vale do Silício. É por isso que decidi apoiar a Doge, parecia a criptomoeda do povo”, disse Musk à CNBC em outubro.

Enquanto isso, outro empreendimento de Elon Musk começou a aceitar pagamento em Dogecoin em maio, tanto que a SpaceX pode no próximo ano planejar enviar um satélite chamado DOGE-1 para a Lua.

Já assistiu aos nossos novos vídeos no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!