VPN é sigla para Virtual Private Network. O que é isso? É um serviço que cria uma rede privada virtual, conectando dois pontos qualquer da internet. Ou seja, você pode usar para navegar de forma anônima na web, evitando assim rastreamentos e espionagens. Além disso, a VPN também é útil para acessar conteúdos bloqueados em seu país ou simplesmente melhorar a sua segurança online.

Existem diversos tipos de VPN, cada qual com suas vantagens e desvantagens. Algumas são gratuitas, outras pagas. Para escolher a melhor para você, é importante considerar alguns fatores, como segurança, velocidade, estabilidade e número de servidores.

publicidade

Independentemente do tipo de VPN que você escolher, o importante é estar atento às políticas de privacidade da empresa. Algumas prometem anonimato total, mas na verdade rastreiam sua atividade na web. Portanto, fique sempre atento a isso antes de se inscrever em qualquer serviço.

O que é VPN e para que serve?

Uma VPN cria um túnel criptografado entre seu computador e um servidor. Isso significa que todos os seus dados são enviados de forma criptografada para esse servidor, o que torna praticamente impossível para terceiros interceptarem suas informações. Além disso, ao navegar na web através da VPN, seu IP é substituído pelo endereço IP do servidor, o que impede qualquer pessoa de rastrear sua atividade online.

Para usar uma VPN, você precisa baixar e instalar um aplicativo em seu computador ou dispositivo móvel. Existem diversos aplicativos VPN no mercado, tanto gratuitos quanto pagos. Além disso, algumas empresas oferecem seus próprios aplicativos, como é o caso da Opera VPN e da TunnelBear.

VPN é uma rede privada virtual, usada para acessar a web no anonimado. Imagem: Shutterstock
VPN é uma rede privada virtual, usada para acessar a web no anonimado. Imagem: Shutterstock

Uma vez que você tenha baixado e instalado um aplicativo, basta abri-lo e escolher qual servidor deseja se conectar. Em geral, é possível escolher entre diversos países. Depois disso, basta clicar em “Conectar” e pronto! Você estará navegando com segurança pela internet.

Como funciona uma VPN?

Uma VPN funciona como um túnel criptografado entre seu computador e um servidor VPN. Isso significa que todos os seus dados são enviados de forma criptografada para esse servidor, o que torna praticamente impossível para terceiros interceptarem suas informações. Além disso, ao navegar na web, seu IP é substituído pelo endereço IP do servidor, o que impede qualquer pessoa de rastrear sua atividade online.

Quais são as vantagens de usar uma VPN?

Ao usar uma VPN, você pode navegar na web de forma anônima, evitando assim que seus dados sejam rastreados ou interceptados por terceiros. Além disso, também é útil para acessar conteúdos bloqueados em seu país, como sites de streaming e redes sociais. Outra vantagem é que a rede privada virtual melhora sua segurança online, pois cria um túnel criptografado entre seu computador e o servidor.

Tipos de VPN

SSL VPN

O SSL VPN (Virtual Private Network) é um tipo de rede privada virtual que usa a criptografia SSL para proteger seus dados. Essa é a mesma tecnologia que é usada para proteger as conexões bancárias online e outras transações sensíveis. Como o SSL VPN cria um túnel criptografado entre seu computador e o servidor, ele é considerado muito seguro. Além disso, esse tipo de VPN é compatível com a maioria dos dispositivos, inclusive com smartphones e tablets.

IPsec VPN

O IPsec VPN (Virtual Private Network) é um tipo de rede privada virtual que usa a criptografia IPsec para proteger seus dados. Essa é a mesma tecnologia que é usada para proteger as conexões bancárias online e outras transações sensíveis. Como o IPsec VPN cria um túnel criptografado entre seu computador e o servidor, ele é considerado muito seguro. Além disso, esse tipo de rede privada virtual é compatível com a maioria dos dispositivos, inclusive com smartphones e tablets.

VPN site a site

A VPN site a site é um tipo de rede privada virtual que liga dois ou mais computadores em uma rede privada virtual. Essa é uma ótima opção para quem precisa se conectar a servidores remotos, como por exemplo, empresas que precisam se conectar a servidores em outros países. Além disso, a VPN site a site também é útil para quem precisa compartilhar arquivos grandes, como vídeos e imagens.

VPN cliente a provedor

A VPN cliente a provedor é um tipo de rede privada virtual que liga um computador a um servidor VPN. Essa é uma ótima opção para quem precisa se conectar a servidores remotos, como por exemplo, empresas que precisam se conectar a servidores em outros países. Além disso, a VPN cliente a provedor também é útil para quem precisa compartilhar arquivos grandes, como vídeos e imagens.

Como escolher uma conexão VPN?

Existem diversos tipos de VPN no mercado, cada qual com suas vantagens e desvantagens. Para escolher a melhor para você, é importante considerar alguns fatores, como segurança, velocidade, estabilidade e número de servidores. Além disso, fique atento às políticas de privacidade da empresa antes de se inscrever em qualquer serviço.

1. Analise a velocidade, segurança e privacidade

Velocidade: A velocidade é um fator importante a ser considerado na hora de escolher uma VPN. Isso porque, se a sua conexão for lenta, você pode ter problemas para navegar na web ou assistir vídeos online.

Para garantir que a sua rede privada virtual seja rápida, é importante escolher uma que possua servidores próximos do seu país. Além disso, fique atento às taxas de largura de banda e ao número de servidores disponíveis.

Segurança: A segurança é outro fator importante a ser considerado na hora de escolher uma VPN. Isso porque, quanto mais segura for a sua conexão, menos chances você tem de ser vítima de ataques cibernéticos ou de ter seus dados roubados.

Para garantir que a sua VPN seja segura, é importante escolher uma que ofereça criptografia de ponta a ponta e protocolos de segurança robustos. Além disso, fique atento ao número de dispositivos que a VPN suporta e às políticas de privacidade da empresa.

Privacidade: A privacidade é um fator importante a ser considerado na hora de escolher uma VPN. Isso porque, quanto mais privada for a sua conexão, menos chances você tem de ter seus dados rastreados ou de ser monitorado pelo governo.

Para garantir que a sua VPN seja privada, é importante escolher uma que ofereça criptografia de ponta a ponta e protocolos de segurança robustos. Além disso, fique atento às políticas de privacidade da empresa antes de se inscrever em qualquer serviço.

2. Pesquise as vantagens de uma VPN paga versus uma conexão gratuita

Uma das principais diferenças entre uma VPN paga e uma conexão gratuita é a segurança. Como a maioria das gratuitas não oferece criptografia de ponta a ponta, elas são menos seguras do que as VPNs pagas. Além disso, as VPNs gratuitas geralmente têm menos servidores disponíveis e oferecem velocidades de conexão mais lentas.

Outra diferença é a privacidade. Como a maioria das VPNs gratuitas não oferece criptografia de ponta a ponta, elas são menos privadas do que as VPNs pagas. Além disso, as VPNs gratuitas geralmente têm menos servidores disponíveis e oferecem velocidades de conexão mais lentas.

Por fim, outra diferença é o número de dispositivos que você pode usar com a rede privada virtual . Com a maioria das VPNs pagas, você pode usar a VPN em até cinco dispositivos. Já com as VPNs gratuitas, geralmente você só pode usar em um dispositivo.

Quais são as vantagens de uma conexão VPN?

Criptografia segura

A criptografia é uma das principais vantagens de usar. Isso porque, com a criptografia, você pode garantir que seus dados estarão seguros, mesmo em redes não seguras. Além disso, a criptografia também impede que o seu provedor de internet ou o governo monitorem sua atividade online.

Transferência segura de dados

Outra vantagem de usar uma rede privada virtual é a transferência segura de dados. Isso porque, com a criptografia, você pode garantir que seus dados estarão seguros, mesmo em redes não seguras. Além disso, a criptografia também impede que o seu provedor de internet ou o governo monitorem sua atividade online.

Acesso a sites bloqueados ou censurados por firewall

Uma das principais vantagens de usar uma rede privada virtual é acessar sites bloqueados ou censurados. Isso porque, com a VPN, você pode alterar seu endereço IP para um local onde o site não está bloqueado. Além disso, também pode ser útil para burlar firewalls que bloqueiam o acesso a determinados sites.

VPN é uma rede privada virtual, usada para acessar a web no anonimado. Imagem: Shutterstock
VPNs são redes privadas virtuais, usadas para acessar a web no anonimado. Imagem: Shutterstock

Desvantagens de uma conexão VPN

Conexões lentas

Uma das principais desvantagens de usar uma rede privada virtual é a conexão lenta. Isso porque, com a VPN, você está adicionando mais uma camada à sua conexão, o que pode causar atrasos. Além disso, as VPNs gratuitas geralmente oferecem velocidades de conexão mais lentas do que as VPNs pagas.

Limitações de banda

Outra desvantagem de usar uma rede privada virtual é a limitação de banda. Isso porque, com ela, você está adicionando mais uma camada à sua conexão, o que pode causar atrasos. Além disso, as VPNs gratuitas geralmente oferecem velocidades de conexão mais lentas do que as VPNs pagas.

Necessidade de instalar um software

Uma das principais desvantagens de usar uma VPN é a necessidade de instalar um software. Isso porque, para usá-la, você precisará instalar um software em seu computador ou dispositivo. Além disso, as VPNs gratuitas geralmente oferecem velocidades de conexão mais lentas do que as VPNs pagas.

Sim, é legal usar uma rede privada virtual no Brasil. No entanto, é importante ficar atento às leis e regulamentações do país em que você está usando a VPN. Além disso, é importante escolher uma opção que ofereça criptografia de ponta a ponta e que não mantenha registros de sua atividade online.

Quando usar uma conexão VPN?

Uma conexão VPN pode ser útil em diversas situações. Por exemplo, se você estiver usando uma rede Wi-Fi não segura, ela poderá garantir que seus dados estarão criptografados e seguros. Além disso, ela também pode ser útil para acessar sites bloqueados ou censurados. Isso porque, com ela, você pode alterar seu endereço IP para um local onde o site não está bloqueado.

É seguro navegar com uma VPN?

Sim, é seguro navegar com uma rede privada virtual. No entanto, é importante ficar atento às leis e regulamentações do país em que você está usando a VPN. Além disso, é importante escolher uma opção que ofereça criptografia de ponta a ponta e que não mantenha registros de sua atividade online.

É necessário deixar a VPN habilitada o tempo todo?

Não, você não precisa deixar a VPN habilitada o tempo todo. No entanto, é importante ativar sempre que você for usar uma rede Wi-Fi não segura ou quando for acessar sites bloqueados ou censurados.

Além disso, é importante ativar o recurso sempre que você for fazer uma transação online, como comprar um produto ou serviço. Isso porque a rede privada virtual poderá garantir que seus dados estarão criptografados e seguros.

Como desativar uma conexão VPN?

Para desativar uma conexão VPN, você precisará acessar as configurações do software ou do app da rede privada virtual. Em seguida, basta desabilitar a opção de conexão VPN.

Como instalar uma VPN no PC?

Extensões para navegador

Uma das maneiras mais simples de instalar uma rede privada virtual no PC é usando uma extensão para navegador.Por exemplo, o Hola VPN oferece uma extensão para Google Chrome e Firefox. Basta acessar a loja de extensão do seu navegador e procurar por “Hola VPN”. Em seguida, basta instalar a extensão e habilitar a opção de conexão VPN.

Cliente VPN

Outra maneira de instalar uma rede privada virtual no PC é usando um cliente. Isso porque, para usá-la, você precisará instalar um software em seu computador ou dispositivo.

Por exemplo, o TunnelBear oferece um cliente VPN para Windows, Mac e Android. Basta acessar o site da TunnelBear e baixar o software para o seu computador. Em seguida, basta instalar o software e seguir as instruções na tela.

VPN de empresa

Uma das maneiras mais simples de instalar uma rede privada virtual no PC é usando uma VPN de empresa. Isso porque as VPNs de empresas geralmente já estão configuradas para funcionar com o seu computador ou dispositivo.

Por exemplo, a Cisco AnyConnect oferece uma rede privada virtual de empresa para Windows, Mac e Android. Basta acessar o site da Cisco e baixar o software para o seu computador. Em seguida, basta instalar o software e seguir as instruções na tela.

Roteador VPN

Outra maneira de instalar uma rede privada virtual no PC é usando um roteador VPN. Isso porque, para usar a rede privada virtual, você precisará configurar o seu roteador para funcionar com a VPN.

Por exemplo, o Linksys WRT32X oferece um roteador VPN para Windows, Mac e Android. Basta acessar o site da Linksys e baixar o software para o seu computador. Em seguida, basta configurar o roteador conforme as instruções na tela.

VPNs também podem ser usadas no celular. Imagem: Shutterstock
VPNs também podem ser usadas no celular. Imagem: Shutterstock

É possível instalar uma VPN num smartphone?

Sim, é possível instalar uma rede privada virtual num smartphone. No entanto, é importante ficar atento às leis e regulamentações do país em que você está usando a VPN. Além disso, é importante escolher uma rede privada virtual que ofereça criptografia de ponta a ponta e que não mantenha registros de sua atividade online.

Android

Para instalar uma VPN no seu smartphone Android, você precisará acessar a loja de apps do seu dispositivo. Em seguida, basta procurar por “VPN” e escolher a VPN que melhor atende às suas necessidades.

iPhone

Para instalar uma VPN no seu smartphone iPhone, você precisará acessar a loja de apps do seu dispositivo. Em seguida, basta procurar por “VPN” e escolher a VPN que melhor atende às suas necessidades.

Qual é a melhor VPN para você?

A melhor rede privada virtual para você vai depender dos seus objetivos e das suas necessidades. Se você quer navegar com segurança e evitar que seus dados sejam rastreados ou interceptados, recomendamos o uso da ExpressVPN ou da NordVPN. Se você quer acessar conteúdos bloqueados em seu país, a melhor opção é a VPN da TunnelBear.

Conclusão

Neste artigo, você aprendeu o que é uma rede privada virtual e quais são as suas principais funcionalidades. Além disso, você também aprendeu como instalar uma VPN no PC e no smartphone. Lembre-se de que a VPN não é 100% segura e que ela pode ser usada para fins ilícitos. Use a rede privada virtual com responsabilidade.

Já assistiu aos novos vídeos no YouTube do Olhar Digital? Inscreva-se no canal!