Há cerca de dez dias, a China lançou, com sucesso, um foguete Long March 5B em direção à estação espacial Tiangong, carregando o módulo de pesquisa Wentian, que atracou no laboratório orbital cerca de 13 horas depois.

Agora, os atuais tripulantes da estação, membros da missão Shenzhou-14, estão conduzindo uma série de testes no novo módulo, incluindo a instalação e configuração de seu pequeno braço robótico.

publicidade
Imagens divulgadas pela Administração Espacial Nacional da China (CNSA) e reproduzidas pela CCTV, principal rede de televisão do país, mostram vistas impressionantes da órbita da Terra. Imagem: CNSA

Além do instrumento de cerca de seis metros, o módulo contém uma gama de gabinetes de experimentos científicos, dormitórios extras para os astronautas e sistemas de backup para a estação espacial.

Um vídeo divulgado pela Administração Espacial Nacional da China (CNSA) mostra o braço se desencaixando de sua base, rastejando ao longo da fuselagem de Tiangong e acoplando com um dos adaptadores da área externa do laboratório orbital, em uma excelente demonstração de suas capacidades e status de funcionamento.

As imagens incluem também vistas deslumbrantes, embora breves, de oceanos e nuvens na Terra, com as condições de iluminação mudando à medida que a estação espacial se move na órbita baixa do planeta, a aproximadamente 400 km acima da superfície.

De acordo com a CNSA, o braço robótico de Wentian será usado para apoiar as atividades extraveiculares conduzidas pelos astronautas, além de manter e reparar o exterior da estação espacial sempre que necessário. Ele pode operar independentemente ou trabalhar em conjunto com um braço robótico de 10 metros de comprimento existente no módulo central Tianhe.

Leia mais:

Em outubro, o laboratório orbital receberá outro módulo de pesquisa, o Mengtian. Com a inclusão dessas duas cápsulas, a estação espacial chinesa estará completa, alcançando o formato projetado em T. Ela terá 20% da massa total da Estação Espacial Internacional (ISS), com uma vida útil estimada em 10 anos, que poderá ser estendida por mais cinco anos com upgrades futuros.

Já assistiu aos nossos novos vídeos no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!