Yusuf Shah é um estudante de apenas 11 anos que conseguiu superar dois dos maiores gênios do mundo, simplesmente Albert Einstein e Stephen Hawking.

O aluno estuda no Leeds e, ao realizar um teste de QI, ultrapassou ambos os gênios com sua pontuação. Yusuf diz que após essa conquista – ele atingiu incríveis 162 pontos no teste Mensa – se sente “especial” e deseja estudar matemática em Oxford ou Cambridge.

publicidade

Leia mais:

Segundo relatos, diz-se que Hawking, professor e físico teórico, renomado por seu trabalho sobre buracos negros, tinha um QI de 160. Já Einstein, também físico teórico, também possuía um QI de 160.

De acordo com Yusuf, seus amigos na escola estão sempre dizendo que ele é muito inteligente, e ele queria testar a si mesmo fazendo o teste de QI. Após o resultado, o garoto de 11 anos comemorou a conquista com uma refeição no Nando’s com seus pais e irmãos.

“Todo mundo na escola pensa que sou muito inteligente e sempre quis saber se eu estava entre os 2% melhores das pessoas que fazem o teste. É especial ter um certificado sobre mim”, afirmou Yusuf.

Atualmente o aluno está no sexto ano, porém já tem planos para o futuro e espera estudar matemática, além de ressaltar que adora fazer qualquer coisa que estimule seu cérebro. Sendo assim, quando não está estudando, o pequeno gênio gosta de sudokus e de resolver cubos de Rubik (o famoso cubo mágico).

Aluno de 11 anos ultrapassa QI de Einstein e Hawking
Imagem: Olivier Le Moal/Shutterstock

“Eu estava tão orgulhosa. Ele é a primeira pessoa a fazer o teste Mensa na família. Na verdade, eu também estava um pouco preocupado – ele sempre entrava em uma sala cheia de crianças para fazer testes”, afirmou Sana, mãe de Yusuf, que está muito contente pelo filho.

“Nós pensamos que ele poderia ser intimidado pelos adultos no centro. Mas ele fez brilhantemente. Eu ainda digo a ele que, ‘Seu pai ainda é mais esperto do que você’”, acrescentou Sana. 

“Levamos tudo com calma. Mesmo se você for talentoso, você tem que ser o trabalhador mais duro”, finalizou a mãe do garoto.

Já seu pai afirmou: “É um teste difícil de se preparar. Nós apenas fizemos o que já estávamos fazendo, nada específico para o teste de QI.”

Além disso, o irmão mais novo Khalid, de oito anos, também espera fazer o teste Mensa quando for mais velho.

Já assistiu aos novos vídeos no YouTube do Olhar Digital? Inscreva-se no canal!