Postar fotos no Instagram pode parecer uma missão simples, mas envolve muitas questões. Primeiro, é necessário escolher aquele clique especial e mais bonito, há quem passe horas nesta fase, em seguida, é preciso pensar em uma legenda e essa pode ser uma das partes mais difíceis. 

Pensar em algo que combine com a foto é realmente trabalhoso. Emojis? Poesia? Frase motivacional? As opções são diversas e cada pessoa possui seu estilo próprio, mas há uma nova plataforma que está ajudando muito nessa questão. 

publicidade

Leia também!

O ChatGPT é um chatbot, ou seja, uma inteligência artificial que responde a perguntas e realiza tarefas por escrito de maneira fluída. A ferramenta pode ser utilizada de diversas maneiras, desde pedir conselhos, até mesmo ajudar a escolher uma legenda para as fotos do Instagram. 

Ao acessar o site oficial do ChatGPT é preciso realizar um login e, em seguida, você já terá acesso às respostas do robô. Agora é só você criar um chat e pedir as legendas que precisa, como para uma foto no pôr do sol ou na praia, por exemplo. Confira!

ChatGPT
Imagem: Reprodução/ChatGPT
Imagem: Reprodução/ChatGPT

Instagram deixa os jovens felizes ou tristes?

É bastante comum depararmos com discussões e comentários sobre ansiedade e pressões causadas pelas redes sociais, visto que cada vez mais gastamos tempo no mundo online. Um estudo, no entanto, indica que a situação pode não ser vista exatamente dessa forma, pelo menos quando o Instagram é utilizado.

Como foi realizada a pesquisa que mede a felicidade dos jovens no Instagram

  • Pesquisadores acadêmicos da Escola de Pesquisa de Comunicação da Universidade de Amsterdam analisaram mais de 210 mil mensagens diretas (DMs) do Instagram pertencentes a cerca de 100 adolescentes da oitava e nona série;
  • Os conteúdos das DMs dos jovens foram analisados para identificar se os participantes expressaram sentimentos positivos ou negativos;
  • Além disso, os entrevistados também foram solicitados a preencher uma dúzia de pesquisas quinzenais perguntando o quão felizes eles se sentiram nos sete dias anteriores.

Clique aqui para saber mais sobre o estudo.

Já assistiu aos novos vídeos no YouTube do Olhar Digital? Inscreva-se no canal!