A Samsung começou a atualizar seus dois modelos de relógio inteligente mais recentes: o Galaxy Watch 4 e Galaxy Watch 5, incluindo a variante Pro e Classic. A partir de um software completamente novo, os dois gadgets poderão controlar produtos de casa conectada, direto na tela do próprio dispositivo.

Enquanto alguns podem pensar que atualizações de software só complementam produtos lançados com lacunas, outros preferem ver neste movimento a adição de valor agregado aos poucos. Este segundo exemplo pode ser visto nos Galaxy Watch 4, 4 Classic, Galaxy Watch 5 e 5 Pro, ao menos a partir do update v1.1.08.

publicidade

Leia mais:

Com o update instalado, estes relógios passam a controlar ativamente alguns dispositivos de casa conectada, dentro da plataforma SmartThings da própria Samsung. O número de aparelhos compatíveis não é dos maiores, mas a recente adição da empresa coreana no protocolo Matter pode mudar este cenário.

Plataforma de controle SmartThings (Imagem: divulgação/Samsung)
Plataforma de controle SmartThings (Imagem: divulgação/Samsung)

Galaxy Watch pode ver câmera de segurança

Neste momento quem tem um Galaxy Watch 4 ou 5 atualizado, pode pedir para o termostato inteligente regular a temperatura da casa, ou então configurar quão aberta ou fechada você quer a persiana, a velocidade do ventilador e até encontrar um produto perdido pela casa – desde que tenha uma SmartTag com ele.

Neste último caso o usuário não tem um mapa do tesouro, mas pode pedir para que o gadget fora de vista emita sons até ser encontrado. Outro ponto importante está nas câmeras de segurança, que agora podem enviar o que enxergam diretamente para o relógio.

Esta adição inclui também porteiro eletrônico, como os da Ring da Amazon e Nest do Google, bastando que o gadget suporte WebRTC. Televisores da marca entram na lista de novidades, podendo ser controlados pelo relógio. Basta que a TV trabalhe com Bluetooth e esteja dentro do alcance da rede.

Como toda atualização o novo update para o Galaxy Watch 4, 4 Classic, 5 e 5 Pro é enviado aos poucos. Uma curiosidade é que estes relógios são os únicos da Samsung sem o Tizen, trocado pelo Wear OS do próprio Google.

Via: GSMArena.

Já assistiu aos novos vídeos no YouTube do Olhar Digital? Inscreva-se no canal!